• Edson Hugo Ferreira de Lima Cardoso

Dissecção de Aorta acomete ator e diretor Jorge Fernando

Neste último domingo, dia 27 de outubro, morreu o ator e diretor Jorge Fernando, aos 64 anos devido a uma Dissecção da Aorta Completa. Essa doença é relativamente rara, mas com altas taxas de mortalidade, sendo mais comum em homens, com idade acima de 60 anos, embora cerca de 10% dos casos ocorra antes dos 40 anos.


O que é a Dissecção de Aorta?

A dissecção de aorta é uma emergência médica em que a parede interna da artéria aorta, artéria de maior calibre e o mais importante vaso do corpo humano, se separa da parede externa, tornando-se delgada e frágil. Isso pode ocasionar a oclusão de vasos que emergem da aorta, levando a falta de circulação para os membros e órgãos, e até levar ao rompimento da camada mais externa da parede resultando em uma hemorragia vultuosa e morte súbita.


Quais os sintomas da Dissecção de Aorta?

Os sintomas mais comuns da dissecção de aorta são dor súbita e intensa no peito ou nas costas, muitas vezes descrita como dilacerante. Vômitos, suores e tonturas também podem ocorrer.


Quais os fatores que influenciam no surgimento da Dissecção de Aorta?

Os principais fatores de risco para dissecção da aorta são hipertensão arterial, síndrome de Marfansíndrome de Ehlers-Danlos, tabagismo, consumo de cocaínagravidezaneurisma da aorta ascendente e inflamação das artérias.


Como é feito o diagnóstico da Dissecção de Aorta?

O diagnóstico é feito baseado nos sintomas, sendo confirmado por tomografia computorizadaressonância magnética ou ecografia vascular com Doppler.


Como tratar a Dissecção de Aorta?

O tratamento da dissecção da aorta depende, principalmente, do segmento envolvido. Varia desde as dissecções da aorta ascendente que geralmente necessitam de cirurgia até dissecções de regiões distais da aorta abdominal em que o tratamento pode ser conservador, com controle pressão arterial, dor e do ritmo cardíaco.

Em caso de dúvida, marque uma consulta.