Trombose em Viagens Longas

Está programando uma viagem?

Saiba que a trombose venosa profunda e a embolia pulmonar podem estragar a sua viagem.

Em voos com mais de 4 a 6 horas de duração, existe o aumento da incidência de tromboembolismo venoso, sendo ainda mais frequente quando estão associados fatores de risco, como:

  • Trombose ou embolia pulmonar prévia

  • História familiar de trombose

  • Varizes

  • Cirurgia recente

  • Trauma

  • Câncer

  • Gestação

  • Tabagismo

  • Uso de hormônios, como estrogênio

  • Idade avançada

  • Mobilidade limitada

  • Obesidade

  • Trombofilias


A desidratação e uso de bebidas alcoólicas durante o voo, podem contribuir para aumento da incidência de trombose. Não se constatou diferença significativa em relação à classe em que o passageiro viaja, apenas que aumenta as chances de trombose quando sentado na janela.

Além disso, a trombose do viajante não é exclusiva de voos longos. Viagens longas de carro ou ônibus também aumentam sua incidência.


Dicas de como reduzir o risco de trombose do viajante?
  • Hidratar-se bem;

  • Usar roupas confortáveis para evitar compressão da circulação venosa;

  • Uso de meias de compressão quando indicado pelo seu médico;

  • Evitar consumo de bebidas alcoólicas;

  • Fazer pequenas caminhar e exercícios com as panturrilhas durante o voo;

  • Evitar o assento da janela;

  • Uso de medicações anticoagulantes de indicado pelo seu médico.

Previna-se, não deixe a trombose pode estragar suas férias! E se quiser saber mais acesse - trombose venosa profunda e embolia pulmonar.


Em caso de dúvidas e para fazer o acompanhamento com os angiologistas e cirurgiões vasculares do IACV em Brasília, marque sua consulta!


E lembre-se:

Ame-se, Cuide-se! Só assim você poderá cuidar melhor daqueles que te amam.